sexta-feira, 17 de maio de 2019

Idosos e Pessoas com Deficiência beneficiários do BPC precisam se registrar no Cadastro Único.

OBRIGATÓRIO
Aproximadamente 1,1 milhão de pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ainda não fizeram a inscrição no Cadastro Único do Governo Federal. O registro é obrigatório, e quem não regularizar a situação cadastral dentro do prazo pode ter o benefício suspenso. O auxílio mensal, no valor de um salário mínimo, é destinado a pessoas com deficiência ou acima de 65 anos que possuam renda familiar per capita de até um quarto do salário mínimo. O Ministério da Cidadania organizou um calendário para a inscrição baseado na data de nascimento do beneficiário.
Para se cadastrar, o beneficiário deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou a prefeitura do seu município. É necessário ter em mãos o Cadastro de Pessoa Física, (CPF) e comprovante de residência. O registro também pode ser feito por um responsável familiar.
Até o momento, mais 3,5 milhões de pessoas já se inscreveram no Cadastro Único, número que representa 76% dos beneficiários. (Fonte site www.mds.gov.br)


segunda-feira, 13 de maio de 2019

FELIZ DIA DAS MÃES.

Ser MÃE é a missão de maior responsabilidade. É amar de forma mais completa. É dar o melhor de si e não esperar nada em troca. Nada é mais forte ou verdadeiro que o amor de uma mãe.

FELIZ DIA DAS MÃES.


segunda-feira, 8 de abril de 2019

BAZAR SOLIDÁRIO

À ACDF irá realizar o bazar em Maio de 2019 (data a definir), no intuito de arrecadar fundos para dar continuidade ao nosso trabalho, juntamente com as pessoas com deficiência física do nosso município. Para realização do mesmo precisamos da contribuição de todos, nas doações de roupas, calçados, entre outros. Contamos com sua colaboração!
Ponto de arrecadação: ACDF

Rua: João Lopes Galvão, 30
Bairro: Parque Dourado
Horários de funcionamento: Segunda à Sexta-feira. 8h as 11h e 14h as 17h. 
Telefones para contacto: 9 9680-8639 ou 9 8814-3870.


CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A INFLUENZA


Cras apoiam famílias a superar a vulnerabilidade social.

[ C R A S ]


São quase 8,3 mil unidades da assistência social em todo o país. Acesso ao Bolsa Família pode ser realizado no local
O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) é uma das ferramentas mais eficazes do governo federal para apoiar as famílias na superação das vulnerabilidades. Em todo o país, 8.292 unidades e cerca de 100 mil trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas) fazem uma ponte entre o poder público e as pessoas de baixa renda, proporcionando atendimento direto ao cidadão.

A inscrição no Cadastro Único para os Programas Sociais e a inserção no Programa Bolsa Família são alguns dos serviços que as pessoas podem acessar por meio do Cras. Informações sobre direitos como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a Carteira do Idoso, a Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros, também podem ser solicitadas nestas unidades.
De acordo com a diretora substituta do Departamento de Proteção Social Básica do Ministério da Cidadania, Heloísa Egas, o Centro de Referência ainda oferece ações não necessariamente relacionadas às dificuldades de renda. “São vulnerabilidades que estão associadas ao território e do ponto de vista individual que as pessoas vivenciam, como alguém que chegou no bairro e não tem vínculo com aquele local, por exemplo. O Cras é o lugar onde elas podem participar de atividades coletivas, conhecer outras famílias e partilhar suas experiências”, destaca.
As unidades também disponibilizam o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), iniciativa que engloba visitas domiciliares, orientações e encaminhamento a outros serviços do governo federal - como de saúde e educação. “Ele vai fazer atividades que fortaleçam o caráter protetivo da família, a promoção da autonomia, o encaminhamento para outros serviços e para outras políticas públicas. É um espaço estratégico”, explica Heloísa.
Nestes centros, por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), as pessoas também podem participar de atividades artísticas, culturais, de lazer e esportivas, de acordo com a faixa etária. (Fonte site www.mds.gov.br)


terça-feira, 2 de abril de 2019

DIA MUNDIAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO.

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo, ou simplesmente Dia Mundial do Autismo, é comemorado dia 2 de Abril.
A data serve para ajudar a conscientizar a população mundial sobre o Autismo, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.
O Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 18 de Dezembro de 2007, com o intuito de alertar as sociedades e governantes sobre esta doença, ajudando a derrubar preconceitos e esclarecer a todos.

Nesta data, vários pontos turísticos do país são iluminados de azul, cor que simboliza o Autismo.
O que é o Autismo?
O Autismo pertence a um grupo de doenças do desenvolvimento cerebral, conhecido por “Transtornos de Espectro Autista” – TEA.
Os sintomas do autismo são: fobias, agressividade, dificuldades de aprendizagem, dificuldades de relacionamento, por exemplo. No entanto, vale ressaltar que o autismo é único para cada pessoa. Existem vários níveis diferentes de autismo, até mesmo pessoas que apresentam o transtorno, mas sem nenhum tipo de atraso mental.
FONTE: Semthas Currais Novos.

sexta-feira, 29 de março de 2019

GRUPO LONGEVIDADE.

O grupo Longevidade é uma parceria com a UBS: Unidade Básica de Saúde Pref. Vilani e o NASF: Núcleo de Apoio a Saúde da Família. O grupo é destinado para pessoas com idade mínima de 60 anos. Os encontros acontecem semanalmente, mas precisamente nas quartas-feiras. É realizado várias atividades com diversos profissionais da área da saúde, sendo eles: Educador Físico, Fonoaudiólogo, Fisioterapeuta, Psicologo e Nutricionista. 















INFORME ACDF.

Walfredo Luiz Galvão, Presidente da ACDF | Associação Curraisnovense de Deficientes Físicos, participou da 1ª Conferência Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, no CCI – Centro de Convivência de Idosos, o Conselho Municipal do Idoso – COMDI, na ocasião foi discutido o tema “Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas”.Parabéns a todos pela belíssima organização.


INFORMAÇÃO IMPORTANTE

Beneficiários do BPC podem pedir redução na conta de luz
A Tarifa Social de Energia Elétrica garante descontos de até 65% para todos os inscritos no Cadastro Único.

Mais de 4,6 milhões de pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) têm direito a desconto na conta de luz. A redução no valor da fatura pode chegar a 65% e é garantida pela Tarifa Social de Energia Elétrica, mas nem todos sabem dessa vantagem. Hoje, apenas 383 mil solicitaram a dedução.
O número é considerado baixo pelo diretor do Departamento de Benefícios Assistenciais do Ministério da Cidadania, André Veras, mas importante. “Acreditamos que muitos desconhecem o benefício, mas ele é um direito dos beneficiários e contribui para reduzir as despesas no orçamento das famílias”, ressalta.

Procedimento – Para solicitar o desconto da Tarifa Social de Energia Elétrica, o beneficiário do BPC ou alguma pessoa da família deve procurar um posto de atendimento da companhia de energia elétrica da região. É preciso ter em mãos o cartão do BPC, um documento de identificação - como o CPF ou a Carteira de Identidade -, e a última conta de luz. A partir daí, a companhia elétrica irá verificar se o BPC está ativo e se o beneficiário é um cliente residencial. A redução na conta de luz varia de acordo com o consumo mensal de cada família, indo de 10% a 65%, até o limite de 220kWh, conforme a tabela abaixo:
CONSUMO MENSAL
PERCENTUAL DE DESCONTO
Até 30 kWh - 65%
De 31 kWh a 100 kWh - 40%
De 101 kWh a 220 kWh - 10%

O BPC é um benefício de um salário mínimo por mês pago para idosos a partir de 65 anos e deficientes de qualquer idade que comprovem baixa renda. Já a Tarifa Social de Energia Elétrica também contempla todas as famílias inscritas no Cadastro Único com dados atualizados e renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo. (fonte site www.mds.gov.br)


quarta-feira, 27 de março de 2019

INFORMAÇÃO IMPORTANTE.

Atenção, beneficiários do BPC!
Mais de 1,1 milhão de pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ainda não fizeram a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O registro é obrigatório e quem ainda não se alistou pode ter o benefício suspenso a partir de abril.
Se você ainda não fez sua inscrição no Cadastro Único, procure o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou a Secretaria de Assistência Social do município.
Saiba mais: http://bit.ly/2Ud9hsB
Fonte: Sethas RN


ANIVERSARIANTE DO DIA.

Feliz Vida, Irene!
Que este novo ciclo traga ainda mais luz para a sua vida e tudo de mais lindo nesse mundo para enfeitar os caminhos que você percorrer, sempre com muita proteção e auxilio de Deus. Felicidades hoje e sempre!

É o que deseja todos que fazem a ACDF.


quinta-feira, 21 de março de 2019

21 DE MARÇO, DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOW


No dia 21 de março comemora-se o Dia Internacional de Síndrome de Down. A data tem como principal objetivo sensibilizar a população sobre a inclusão e promover a discussão de alternativas para aumentar a visibilidade social das pessoas com Síndrome de Down. 
A Síndrome de Down não é uma doença, e sim uma falha genética, que acontece na divisão celular do óvulo, que resulta em um par a mais no cromossomo 21, chamada trissomia.
No Brasil existem aproximadamente 300 mil pessoas com síndrome de down, segundo dados do IBGE. A inclusão dessas pessoas na vida escolar e profissional aumenta sua possibilidade de desenvolvimento, além de reforçar para sociedade a necessidade de respeito às diferenças, quaisquer que sejam.


Fonte: SEMTHAS

ANIVERSARIANTE DO DIA.

Feliz Vida, Lucineide!

Que a vida continue te surpreendendo, ensinando, te fazendo rir e se orgulhar de tudo que já passou e superou. Nunca desista dos seus sonhos. Felicidades hoje e sempre.

É o que deseja todos que fazem a ACDF.


quarta-feira, 20 de março de 2019

CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS BOLSA FAMÍLIA.

Os benefícios do Bolsa Família são pagos mensalmente, seguindo um calendário nacional. O calendário estabelece as datas de pagamento de acordo com o último número do NIS (Número de Identificação Social) impresso no Cartão Bolsa Família. Por exemplo: para um cartão com NIS terminado em 5, o saque poderá ocorrer a partir do quinto dia do calendário oficial de pagamentos.
Cada benefício fica disponível para saque por 90 dias a partir da data prevista no calendário. O benefício de janeiro, por exemplo, pode ser sacado até o mês de abril.

O calendário de pagamentos está afixado também nas agências da CAIXA, nas casas lotéricas e nos demais locais de pagamento.