HISTÓRICO

A ACDF: Associação Curraisnovense de Deficientes Físicos foi fundada no dia 28 de Agosto de 1992, quando três amigos, pessoas com deficiência física: Joseildo Paizinho Dantas (In memorian), Jarlene Fernandes Vieira de Araújo e Marlene, conforme recomendações da ADEFERN, Associação de Deficientes Físicos do Estado do Rio Grande do Norte, deram o pontapé inicial para criação da entidade, que assiste e representa todas as pessoas com deficiências físicas do município de Currais Novos.

O Primeiro Presidente da ACDF, foi Joseildo Paizinho, e a Vice-Presidenta Maria Elizabete Fernandes de Paiva Alves (Betinha), que logo depois da fundação, se integrou ao grupo recém-formado. Este mandato foi até o ano de 1995. De 1996 a 1998, essa Diretoria foi reeleita. De 1999 a 2001, foi a vez da permuta dos nomes, Betinha (Presidenta) e Dedé (Vice), de 2002 a 2004, Betinha continuou (Presidenta), tendo Tereza Bezerra de Araújo – Têca como (Vice), 2005 a 2007, a associação foi presidida por Valdenor Galvão de Lima (Presidente) e Marcelo Venâncio Dantas (Vice), em nossa administração foi construída a sede própria, com recursos da Campanha Cidadão Nota 10, projeto do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, situada à Rua João Lopes Galvão, 30 – Bairro Parque Dourado. De 2008 a 2010, foi a vez de Maria Eliete Dantas de Araújo (Presidenta) e Maria Elizabete (Vice-Presidenta). Mais uma vez se inverteram os papéis, e desde 2011, até Dezembro/2012, por força do novo Estatuto, que determinou o prazo de dois anos para o novo mandato, da entidade foi presidida por Maria Elizabete (Betinha), tendo como vice, Maria Eliete. De 2013 a 2014 a Entidade esta sendo presidida por, Presidente: Júlio César da Silva Dantas Araújo como Vice-Presidenta: Maria Elizabete Fernandes de Paiva Alves (Betinha). De 2015 a 2016 a Entidade esta sendo presidida por, Presidente: FRANCISCO FELIPE DA SILVA como Vice-Presidente: JÚLIO CÉSAR SILVA DANTAS DE ARAÚJO. Cotamos com 130 (cento e trinta) associados "em dia" com seus direitos e obrigações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário